domingo, 1 de novembro de 2015

Quando a natureza dá o recado dos Orixás



Quero dizer uma coisa prá vocês, ainda sobre os temporais e alagamentos: Iansã ou Oiá está reinando nesta Terra faz anos, gente... Começou governando com Bará em 2012, continuou com Xangô em 2013, seguiu com Xapanã em 2014, e segue faceira em 2015...





Ela tem, obrigatoriamente, que entregar o próximo ano a Iemanjá, Rainha das Águas. Depois de tantos anos soberana, a entrega não é fácil: vendaval, tempestade, inundação... 

E é aquela história: a gente brinca com a Natureza... ela brinca também...




Por curiosidade: tem uma lenda de Iemanjá que conta que ela foi até Olorun reclamar que jogavam lixo e tudo que não presta no mar. Foi daí que Olorum deu a Iemanjá o poder das ondas e a partir de então, ela começou a devolver para os homens tudo aquilo que não lhe interessava.

Até aí, tudo bem. O problema é que estas lendas são tão antigas quanto a idade da África, berço da civilização. Se a lenda é tão velha assim, pode-se acreditar que desde o início dos tempos os homens sujam tudo por onde passam. Milhões de anos sujando o mar. Se Iemanjá já estava P da vida no início, logo que ganhou o mar, que nem onda tinha ainda, o que se vai esperar de agora, quando se enche barquinho de papel crepom, com pente de plástico e espelho, com aquelas bijuterias horrorosas e perfume pior ainda??? E as sidras baratas em copo de plástico??? Gente, se eu sou Iemanjá, já tava todo mundo ferrado...